mandrágora

associação cultural fundada em cascais – no ano de 1979

34 anos de mandrágora

by domadordesonhos

mandrágora34

 

vai para muito tempo
pensámos
e formalizámos (por escrito)

porque não fazer coisas compostas unicamente por imagens geniais?
porque não fazer coisas compostas unicamente por imagens que os outros não se atrevem?
porque não?
porque não romper com o mundo de hoje e gritar a independência
a sonolência  a imagética sobrevivência

ainda que ninguém nos entenda
é que – afinal
nós sempre entendemos
ainda que ninguém esteja interessado nisso

é que meus senhores minhas senhoras
nós sempre estivemos interessados
e
desinteressados por aquilo que é do interesse das maiorias uma vez que
nunca fomos conquistadores de prémios
nunca tivemos vagar para isso nem sequer
para muito mais

nós somos uma raiz
uma planta mais ou menos mágica
que floriu em cascais
e se aventurou
por outros espaços
nós somos e continuaremos a ser

MandrágorA

mandrágora em tavira com “pela leonor verdura” (vídeo)

by domadordesonhos

em setembro mandrágora estará no algarve

by domadordesonhos

processo4

 

mandrágora em tavira

com o espectáculo

pela leonor verdura

dia 21 de Setembro pelas 21:30 Horas

Biblioteca Municipal de Tavira

Um espectáculo que procura uma linguagem, na sua raiz, teatral / performativa onde se semeiam letras, na esperança da germinação da palavra e onde se percorre a poesia experimental portuguesa

leonor16a

Ficha técnica 

Imagem (vídeo): Bruno Corte Real

Som: Ricardo Mestre

Encenação: M. Almeida e Sousa

Produção: Mandrágora – Centro de Cultura e Pesquisa de Arte (Cascais)

em cena (actores/performers): Bruno Vilão e Íris Santos

leonor9a

Os poemas na cena 

1. entre as tuas pernas (voz off)- antónio aragão

2. rouba – emerenciano

3. leonorama variação XI . ana hatherly

4. homem o mãi – mário cesariny

5. indefinido – liberto cruz

6. quadrado – jaime salazar sampaio

7. homeóstatico 1 (vídeo – off)- josé alberto marques

8. his master voice – alberto pimenta

9. pouca terra – liberto cruz

10. pêndulo – e. melo e castro

11. man woman – e. melo e castro

12. ver & papa – abilio josé santos

13. telegramando – antónio aragão

14. menino ivo – salette tavares

15. dicionário – josé oliveira

16. construir o objecto – silvestre pestana

17. escada – jaime salazer sampaio

18. homeóstatico 2 (vídeo – off)- josé alberto marques

19. velegrama – liberto cruz

20. simetria – alberto pimenta

21. opressão – alexandre o’neil

22. sentado quo – antónio dantas

23. to be or net to be – antónio dantas

24. problemática da dificuldade – fernando aguiar

25. carta tipo X – césar figueiredo

26. falo & fuma-me – salette tavares

27. arranhiço – salette tavares

28. tontura – e. melo e castro

29. bicicleta & guarda-chuva – m. almeida e sousa

30. água/mágoa – armando macatrão

31. errata – fernando aguiar

 leonor5a

Mandrágora | Centro de Cultura e Pesquisa de Arte é um projecto associativo fundado em Cascais, Portugal, a 20 de Novembro de 1979.

 

Associação cultural é o nosso pseudónimo legal. Mas somos mais que isso. Somos um genuíno clube de esquina, o característico grupo português de reflexão e pesquisa preconizado por Agostinho da Silva.

Entre espectáculos de teatro, performances, exposições e publicações, o nosso trabalho tem sido apresentado por todo o país, com especial incidência em Cascais, Oeiras e Lisboa. Lá fora estivemos presentes em Espanha, Bélgica, Itália e Polónia.

Encontramos sempre espaço para novos amigos. E connosco se iniciaram na criação artística pluridisciplinar mais de uma centena de jovens.

Para lá de todas as influências que tenhamos necessariamente recebido, a nossa raiz continua a mesma: Mandrágora.

dois espectáculos de mandrágora (vídeos)

by domadordesonhos

 

 

“A fumaça disse-me que sim” – um espaço ao monólogo

by domadordesonhos

fum-001

 

“A fumaça disse-me que sim” é um monólogo criado e encenado por Manuel Almeida e Sousa e interpretado por Cláudio Henriques. O ambiente sonoro é o resultado de uma experiência em estúdio de Ricardo Mestre. “A fumaça disse-me que sim”, retrata estados (vários) de uma personagem masculina que se perde (e se encontra) no absurdo. A paixão, o desejo e o prazer são alguns dos sentimentos com que a figura joga em palco. Um jogo em cena que o transporta a um estado de quase desespero. O ridículo e o “sem sentido” das situações, marcam uma presença constante no percurso da acção que se pretende teatro

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Produção: Mandrágora e Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul Interpretação: Cláudio Henriques

Encenação e texto de Manuel de Almeida e Sousa

Sonoridades: Ricardo Mestre

Iluminação: Tiago Pereira

fum-002

fum-003

fum-004

fum-005

fum-006

fum-007

edita em lisboa —> foi assim:

by domadordesonhos

EDITA

 

voltámos de EDITA & vamos para EDITA

by domadordesonhos

20 anos de EDITA

aí estivemos. em punta umbria (província de huelva – espanha).

edita0000

 

contamos com 18 presenças, 18 percursos, 18 acções
e
muitas cumplicidades.

edita008

 

 

editores independentes aí se juntaram (mais uma vez) para reafirmar um outro conceito de editor. aqui o editor é muito mais que editor – o editor é um actuante. logo um actor que carrega as suas malas prenhes
de utopias
de projectos
de ideias
de sonhos

edita010

 

 

e os sonhos são expostos para quem os queira consumir ou apenas contemplar.
em EDITA apresentámos, ao longo destes 20 anos, as nossas bicicletas de papel
e
em EDITA cativámos vários artistas e poetas de relevo para outras viagens ciclistas
em EDITA apresentámos as nossas performances e, também, os nossos espectáculos em processo

bicicleta_pd_img_0

hoje, à distancia de 20 anos, resolvemos trazer EDITA a lisboa. é já dia 10 (sexta-feira) que abrimos as portas da sociedade guilherme cossoul

edita013

 

e

para que conste, cumpriremos o programa que se segue:

Dia 10, Sexta-feira (tarde)
Guilherme Cossoul de Campolide

15H00-15H30: Abertura da Feira. Comunicações pelo Presidente da Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul, Miguel Santos, pelo Director da Mandrágora, Manuel Almeida e Sousa, e pelo Director do EDITA, Uberto Stabile.
15H30-16H00: Inauguração da exposição EDITA Nómada, da exposição do catálogo fotográfico de Ignacio Valdez e da instalação “Infracções Design” de Luísa Coder e José Russell.
16H00-16H30: Exibição do documentário La Jaula de Grilhos.
16H30-16H45: Intervalo
16H45-17H45: Mesa redonda com os editores presentes na Feira.
17H45-18H00: Apresentação das edições da Revista Bíblia, por Tiago Gomes.
18H00-18H15: Apresentação da Editora volta d’mar por Luís Paulo Meireles e Mário Galego.

Dia 10, Sexta-feira (noite)
Guilherme Cossoul de Santos

21H30-22H30: Peça de Teatro «A Fumaça diz-me que sim» – por Cláudio Henriques. Produção de Mandrágora e Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul.

est004
22H30-23H10: Recital de poesia: Marco Ramirez, Natalia Jaramillo, Silvana Tobón, Margarita Mejía.
23H10-23H30: Performance de Manuel Almeida e Sousa.
23H30-23H40: Leituras de poemas e excertos de obras da Editora Companhia das Ilhas, por Carlos Alberto Marques e Sara Santos.
23H40-23H50: Leitura de poemas e excertos de obras da Editora volta d’mar por Luís Paulo Meireles e Mário Galego.
23H50-00H15: Performance de Fernando Aguiar.

(durante toda a noite, animação pelo DJ Ricardo Mestre)

Dia 11, Sábado (tarde)
Guilherme Cossoul de Campolide

15H00-15H15: Apresentação da colecção de contos “Onda Curta” da Editora 4águas, por Fernando Esteves Pinto e Vítor Cardeira. Leituras por Tiago Nené.
15H15-15H30: Apresentação da AAPA – Associação de Artistas Plásticos do Algarve, por José Bivar e Adão Contreiras.
15H30-15H45: Apresentação do «Tarot Poético de Éris» (Editora Um comboio na nudez dos carris), por Juan Affy.
15H45-16H00: Apresentação da Editora Artefacto e das edições da Guilherme Cossoul por Paulo Tavares.
16H00-16H45: Lançamento do livro “Na ordem do dia”, de João Vasco Coelho, Edições Artefacto. Leitura de poemas pelos actores do Grupo de Teatro da Guilherme Cossoul.
16H45-17H00: Intervalo
17H00-17H15: Apresentação do livro “Que o Fogo Recorde os Nossos Nomes” de Antonio Orihuela, Editora Medula, por manuel a. domingos.
17H15-17H30: Apresentação da colecção de poesia da Editora Lua de Marfim, por Paulo Afonso Ramos.
17H30-17H45: Apresentação das Edições Pasárgada, por Ozias Filho, e leitura de poemas.
17H45-18H00: «Fanzines, esses desconhecidos» por Geraldes Lino, editor de fanzines de Banda Desenhada.

Dia 11, Sábado (noite)
Guilherme Cossoul de Santos

21H30-22H30: Espectáculo “Leonor Pela Verdura” pelo Grupo Mandrágora, com Bruno Vilão e Íris Santos, com base na poesia experimental/concreta portuguesa.

leonor7

22H30-23H10: Recital Poético: Antonio Orihuela, Uberto Stabile, Dante Medina, Cristine Grando.
23H10-23H20: Leitura do conto “Dias no Escafandro” por Ozias Filho e Inês Lampreia (Edições Pasárgada).
23H20-23H40: Leitura de autores da Editora tea for one por Miguel Martins e concerto pelos Favola da Medusa.
23H40-00H15: Espectáculo de Fado por Maria Emília.

(durante toda a noite, animação pelo DJ Ricardo Mestre)

EDITA nómada em Lisboa

by domadordesonhos

EDITA

 

EDITA NÓMADA 
Encontro Internacional de Editores Independentes
Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul
Lisboa
10 e 11 de Maio de 2013

…………………
Coordenadores: Uberto Stabile (Espanha), José Boavida e Manuel Almeida e Sousa (Portugal)
Locais: Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul
Espaço de Campolide: Rua Professor Sousa da Câmara, 156
Espaço de Santos: Av. D. Carlos I, nº 61 – 1º
…………………

PROGRAMA

Dia 10, Sexta-feira (tarde)
Guilherme Cossoul de Campolide

15H00-15H30: Abertura da Feira. Comunicações pelo Presidente da Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul, Miguel Santos, pelo Director da Mandrágora, Manuel Almeida e Sousa, e pelo Director do EDITA, Uberto Stabile.

15H30-16H00: Inauguração da exposição EDITA Nómada, da exposição do catálogo fotográfico de Ignacio Valdez e da instalação “Infracções Design” de Luísa Coder e José Russell.

16H00-16H30: Exibição do documentário La Jaula de Grilhos.

16H30-16H45: Intervalo

16H45-17H45: Mesa redonda com os editores presentes na Feira.

17H45-18H00: Apresentação das edições da Revista Bíblia, por Tiago Gomes.

18H00-18H15: Apresentação da Editora volta d’mar por Luís Paulo Meireles e Mário Galego.

Dia 10, Sexta-feira (noite)
Guilherme Cossoul de Santos

21H30-22H30: Peça de Teatro «A Fumaça diz-me que sim» por Cláudio Henriques. Produção de Mandrágora e Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul.

22H30-23H10: Recital de poesia: Marco Ramirez, Natalia Jaramillo, Silvana Tobón, Margarita Mejía.

23H10-23H30: Performance de Manuel Almeida e Sousa.

23H30-23H40: Leituras de poemas e excertos de obras da Editora Companhia das Ilhas, por Carlos Alberto Marques e Sara Santos.

23H40-23H50: Leitura de poemas e excertos de obras da Editora volta d’mar por Luís Paulo Meireles e Mário Galego.

23H50-00H15: Performance de Fernando Aguiar.

(durante toda a noite, animação pelo DJ Ricardo Mestre)

Dia 11, Sábado (tarde)
Guilherme Cossoul de Campolide

15H00-15H15: Apresentação da colecção de contos “Onda Curta” da Editora 4águas, por Fernando Esteves Pinto e Vítor Cardeira. Leituras por Tiago Nené.

15H15-15H30: Apresentação da AAPA – Associação de Artistas Plásticos do Algarve, por José Bivar e Adão Contreiras.

15H30-15H45: Apresentação do «Tarot Poético de Éris» (Editora Um comboio na nudez dos carris), por Juan Affy.

15H45-16H00: Apresentação da Editora Artefacto e das edições da Guilherme Cossoul por Paulo Tavares.

16H00-16H45: Lançamento do livro “Na ordem do dia”, de João Vasco Coelho, Edições Artefacto. Leitura de poemas pelos actores do Grupo de Teatro da Guilherme Cossoul.

16H45-17H00: Intervalo

17H00-17H15: Apresentação do livro “Que o Fogo Recorde os Nossos Nomes” de Antonio Orihuela, Editora Medula, por manuel a. domingos.

17H15-17H30: Apresentação da colecção de poesia da Editora Lua de Marfim, por Paulo Afonso Ramos.

17H30-17H45: Apresentação das Edições Pasárgada, por Ozias Filho, e leitura de poemas.

17H45-18H00: «Fanzines, esses desconhecidos» por Geraldes Lino, editor de fanzines de Banda Desenhada.

Dia 11, Sábado (noite)
Guilherme Cossoul de Santos

21H30-22H30: Espectáculo “Leonor Pela Verdura” pelo Grupo Mandrágora, com Bruno Vilão e Íris Santos, com base na poesia experimental/concreta portuguesa.

22H30-23H10: Recital Poético: Antonio Orihuela, Uberto Stabile, Dante Medina, Cristine Grando.

23H10-23H20: Leitura do conto “Dias no Escafandro” por Ozias Filho e Inês Lampreia (Edições Pasárgada).

23H20-23H40: Leitura de autores da Editora tea for one por Miguel Martins e concerto pelos Favola da Medusa.

23H40-00H15: Espectáculo de Fado por Maria Emília.

(durante toda a noite, animação pelo DJ Ricardo Mestre)

………………….

PARTICIPANTES
(expositores, autores, performers e convidados)

DE PORTUGAL:

Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul (entidade anfitriã):
Miguel Santos
José Boavida
Cláudio Henriques
Alunos da Escola de Tretaro da Soc. Instr. Guilherme Cossoul

Editora Artefacto:
Paulo Tavares
Sara Felício
Inês Ramos
João Vasco Coelho

Mandrágora:
Manuel Almeida e Sousa
Bruno Vilão
Íris Santos
Ricardo Mestre

Revista Bíblia:
Tiago Gomes

Editora 4Águas:
Fernando Esteves Pinto
Vítor Cardeira
Tiago Nené

AAPA – Associação de Artistas Plásticos do Algarve:
José Bivar
Adão Contreiras

Editora Companhia das Ilhas:
Carlos Alberto Marques
Sara Santos

Editora Lua de Marfim:
Paulo Afonso Ramos

Editora tea for one:
Miguel Martins
Grupo Favola da Medusa

Editora volta d’mar:
Luís Paulo Meireles
Mário Galego

Edições Pasárgada:
Ozias Filho
Inês Lampreia

Editora Medula:
manuel a. domingos
Antonio Orihuela (Espanha)

Geraldes Lino (editor independente)

Grupo Infracções Design:
Luísa Coder
José Russell

Fernando Aguiar (performer)

Maria Emília (Fadista)

DE ESPANHA E AMÉRICA LATINA:
DIRECTOR DO EDITA:
Uberto Stabile (Espanha)

EDITORAS:
Aullido Libros (Espanha)
Palabra Ibérica (Espanha)
Editorial Baile del Sol (Espanha)
Ediciones en Huída (Espanha)
Amargord Edicones (Espanha)
Ediciones Minotauro (México)

PERFORMERS/DISEURS:
Marco Ramírez (Colômbia)
Natalia Jaramillo (Colômbia)
Silvana Tobón (Colômbia)
Margarita Mejía (Colômbia)
Antonio Orihuela (Espanha)
Dante Medina (México)
Cristiane Grando (Brasil)

OUTROS AUTORES E CONVIDADOS:
Nayelli Nanacautzin (México)
Ignacio Valdéz (México)

 

edita – em punta umbria e edita em lisboa

by domadordesonhos

o evento está próximo – é já no início de maio

edita-pu

 

EDITA

EDITA é já a 2, 3 e 4 maio

by mandragora79

edita-pu

 

 

 

 

Programa de EDITA

JUEVES 2 DE MAYO

17:00h. TEATRO DEL MAR
* Acreditación de participantes

18:30h. TEATRO DEL MAR
* Acto Inaugural

19:00h. TEATRO DEL MAR
* Pedro J. Martín Pedrós, Lupe García Araya, José Sánchez del Viejo y María José Collado de POESIA EN LA DISTANCIA (Huelva) “Al final poesía”
* Manuel Lucas González de LAUREL (Escacena del Campo, Huelva) “La cosa esta muy mala”
* Antonia Cerrato-Martín Romo de ASOCIACIÓN MIGAS (Badajoz) “Antología Solidaria Artistas con Haití”
* Marco Ramírez Cadavid de YOMARCO / CONTENIDOS CREATIVOS (Medellín. Colombia) “13 conversaciones para dormir solo”
* Juan José Espinosa y Juan José Raposo de IMAT (Huelva) “Ante el espejo, Euridice…”

23:00h. BAR REFLEJOS (Avd. de Andalucía)
1ª Parte: Raúl Talavera (Punta Umbría) * Suzana Vargas (Río de Janeiro, Brasil) * Pere Sousa (Barcelona) “Dadaphone 13.05” * Pilar González España (Madrid) “Sí a la poesía” * Teresa Sebastián * José Mayoral (Madrid) “Enchufados” (performance) * Silvana Tobón (Sabaneta, Colombia) * Javier Seco (Granada) “En boca cerrada no entran moscas” (performance)
2ª Parte: Ignacio Valdéz (Saltillo, Coahuila, México) “El libro de arte erótico y su autoedición: Crónicas de un bar” * Rafael Dionisio (Cascais, Portugal) “Ocurrencias nocturnas” * Antonio Gómez (Mérida, Badajoz) “Como una piedra puntiagiuda en el zapato” * Inma Luna (Madrid) * Uberto Stabile (?) * Mary Zurbano (Vitoria-Gasteiz, Alava) (performance) * Roberto Castillo (Tijuana, Baja California, México) “Entre balas y gardenias”

VIERNES 3 DE MAYO

10:30h. TEATRO DEL MAR
* Farah Hallal de FUNDACIÓN PROPAGAS (Santo Domingo, República Dominicana) “La edición independiente: de la rebeldía a la revolución”
* José Mª Cumbreño de EDICIONES LILIPUTIENSES (Cáceres) “La biblioteca de Gulliver: una colección dedicada a la poesía latinoamericana actual”
* Manuel Berzunza de ENDORA EDICIONES (San Francisco de Campeche, México) “Evolución del pensamiento”
* José Luis Campal de CARPETAS EL PARAÍSO (Oviedo, Asturias) “Los cien del paraíso”
* Silvana Tobón de GEOCULTURA DESARROLLO SOSTENIBLE (Sabaneta, Colombia) “Edita Colombia”

Tarha Erena Sarmiento, Inocencio Mudarra y Alma Aguado (Granada) “Microcosmos”

12:30h. TEATRO DEL MAR
* Paco Inclán de BOSTEZO (Godella, Valencia) “De vulvitas y falitos, presentación de número genital de Bostezo”
* Juan Carlos Domínguez y Samantha Luna de BAJA CULINARIA (Tijuana, Baja California, México) “Presentación del portal gastronómico Baja Culinaria”
* Juanje Sanz de LA UNICA PUERTA A LA IZQUIERDA (Sestao, Vizcaya) “Presentación de novedades”
* Nacho Escuín de EDITORIAL ECLIPSADOS (Zaragoza) “Escritores y poetas en la prensa aragonesa: nueva creación y herencia beat”
* Inês Ramos y Manuel Almeida de SOCIEDADE DE INSTRUÇAO GUILHERME COSSOUL (Lisboa, Portugal) “Edita Nómada en Lisboa”

17:00h. TEATRO DEL MAR
* Paqui Jiménez y Ana Ibáñez de VISUALIZARTE (Córdoba) “VisualizArte: ver y construir poesía”
* Tiago Gomes de BIBLIA (Lisboa, Portugal) “Editar”
* Pepe Murciego de LA MÁS BELLA (Madrid) “20 años Bella”
* Pere Sousa de MERZ MAIL (Barcelona) “Presentación del cuento Hahne Peter – Pedro Gallo de Kurt Schwitters” y “598 – El rostro de la clase dominante de George Grosz”
* Manuela Martínez y Carmen G. Palacios de LALATA (Albacete) “Algunas Latas nuevas o seminuevas””

19:00h. TEATRO DEL MAR
* José Luis Campal (Oviedo, Asturias) “Presenciaurora”
* Cristiane Grando (Cerquilho, Sao Paulo, Brasil) y Espérance Aniesa (Francia) “Poesía brasileña y francesa en tres idiomas”
* Itziar Rekalde de KUKÚ BAZAR (Vitori-Gasteiz) “Pensar en piedra”

Margarita Mejía (Bogotá, Colombia) “Poesía marina al Megáfono” (en la playa)

23:00h. BAR REFLEJOS (Avd. de Andalucía)
1ª Parte: Farah Hallal (Santo Domingo, República Dominicana) * Carmen Martínez (Bilbao) “Ese inmenso amor que duele tanto” * Francisco Cumpián (Málaga) “Hogaza de mi pan … “ * Natalia Jaramillo (Envigado, Colombia) “Poemas para matar un hombre” * Dante Medina (Guadalajara, Jalisco, México) “Perversidades lingüísticas” * Jon Andoni Goikoetxe (Barakaldo, Bizkaia) “Reversismo de hoy a primera hora” (performance) * Ferrán Fernández (Barcelona/Málaga) * Itziar Rekalde (Vitoia-Gasteiz, Alava) “Piedras Marcadas II” (performance)
2ª Parte: Os Coyotes (Lisboa. Portugal) microconcierto * José Mª Cumbreño (Cáceres) * María Jesús Fuentes (Ceuta) “Oleadas” * Felipe Zapico (León) “El ladrón de peras y otros ladridos” * Sol Kabañas (Ciudad Real) “Un año de píldoras” * Bárbara Zagora (Málaga) “La guerra” (performance) * Héctor Arnau (Valencia) “La pasión del hijo apático” * Nacho Escuín (Zaragoza)

SÁBADO 4 DE MAYO

10:30h. TEATRO DEL MAR
* Pedro Mariné de LA DISCRETA EDICIONES (Madrid) “Crêt-a-disc”
* María del Carmen Martínez Bonilla de TRAVESÍAS EDITORIAL (Barranquilla, Colombia) “TIC, literatura y educación: diseño de un nuevo dispositivo digital para cerrar la brecha digital”
* Pablo del Barco de FACTORIA DEL BARCO (Sevilla) “El pez que pesca (tiempo)”
* Raquel Lainde de LAINDEPENDIENTE (Londres/Madrid) “Cómo utilizar internet para vender más libros a más lectores en todo el mundo”
* Victoria Rodríguez Cruz y Rubén Barroso de SIERRA CENTRO DE ARTE (Santa Ana la Real, Huelva) “Sierra centro de arte, un espacio de producción e investigación en el entorno natural de la Sierra de Huelva”

12:30h. TEATRO DEL MAR
* Albert Lázaro-Tinaut de CARMINA IN MINIMA RE (Barcelona) “La edición de poesía como proyecto de resistencia cultural”
* Antonio Barral de EL COHETE (Oviedo, Asturias) “El Cohete, 25 años de producción independiente”
* Margarita Mejía de LA COMUNIDAD DEL MEGÁFONO (Bogotá, Colombia)
* Natividad de la Puerta de A FORTIORI EDITORIAL (Bilbao) “Las editoriales perroflautas”
* Angel Sanz de ELCOSTURERO DE ARACNE (Granada) “Cumplimos”

17:00h. TEATRO DEL MAR
* Mª Jesús Alvarado y Juan R. Tramunto de PUENTEPALO (Agüimes, Gran Canaria) “Viaje a Sorimba”
* Rubén Barroso de LAS CIERVAS (Sevilla), “Las Ciervas, revista ilustrada”
* Ferrán Fernández de LUCES DE GALIBO (Barcelona/Málaga) “Presentación de la Colección Luces de Galibo Narrativas”
* Suzana Vargas de ESTAÇAO DAS LETRAS (Río de Janeiro, Brasil) “Oficinas literarias y su función en el mundo editorial”
* Alberto Jiménez (Málaga) “Ya no fabrican letras”

Tarha Erena Sarmiento, Inocencio Mudarra y Alma Aguado (Granada) “Poesía por un tubo”

19:00h. TEATRO DEL MAR
* María Carvajal, Antonio Flores y Uberto Stabile (Cáceres, Ciudad Juárez, Punta Umbría) “Presentación de la Revista Ombligo y Escritores por Ciudad Juárez”
* Pia Sommer (Chile) “Atonia”
* El Niño de Elche (Alicante) y Antonio Orihuela (Moguer) “Sí, a Miguel Hernández”

23:00h. BAR REFLEJOS (Avd. de Andalucía)
1ª Parte: Beatriz Ruibal y Yulilno Dávila (Madrid) “Hebras de Malasaña” * Eladio Orta (Ayamonte, Huelva) * Mada Alderete (Madrid) * Rubén Barroso (Sevilla) “Estados de sitio” (performance) * Isabel Bono (Málaga) * Víctor Manuel Jiménez Andrada (Cáceres) “Insomnio” * Gonçalo Mattos y Manuel Almeida (Cascais, Portugal) “Ritus 5” (performances)
2ª Parte: Paqui Jiménez y Ana Ibáñez (Córdoba) * José Blanco (Bilbao) “Poemas del sublime cotidiano” * María Carvajal (Cáceres) * Pepe Murciego (Madrid) “20 x 20” (performance) * Jorge Brunete (Valencia) “Tesis en rechazo de la poesía” * Alba Gª. Alderete (Madrid) “Un par de gyn-tonic” * Carmen Herrera (Sevilla) “Oniria”

EXPOSICIONES :

TEATRO DEL MAR
Marta Torre-Marín (Madrid) “Retales de poesía”
Alima López (Nuevo México, EEUU) “Agridulce”
Manuel Lucas González (Escacena, Huelva) “huMANOS”

BAR REFLEJOS
Ignacio Valdez (Saltillo, Coahuila, México) “Crónicas de un bar”

BAR ALMINÉ
EDITA Nómada (Punta Umbría)

EDITA em punta umbria

by domadordesonhos

edita_n

20 anos de EDITA – 25 acções

este ano, em início de maio, teremos mais um EDITA e aí estarão presentes os projectos:…

 

A FORTIORI EDITORIAL (Bilbao) www.afortiori-editorial.com
ÁRBOL DE POE (Málaga) www.edicionestipograficas-arboldepoe.com
ASOCIACIÓN MIGAS (Badajoz)
AULLIDOS LIBROS (Punta Umbría, Huelva)
BAILE DEL SOL (Tenerife) www.bailedelsol.org
BIBLIA (Lisboa, Portugal)
BOSTEZO (Godella, Valencia) www.bostezo.com
CANGREJO PISTOLERO (Sevilla) www.camgrejopistoleroediciones.blogspot.com.es
CARMINA IN MINIMA RE (Barcelona) www.txtcarmina.blogspot.com.es
CARPETAS EL PARAÍSO (Oviedo, Asturias)
CHILI COM CARNE (Cacais, Portugal)
CORRENTES D’ESCRITAS (Povoa de Varzim, Portugal) www.cm-pvarzim.pt
CRECIDA (Ayamonte, Huelva)
DIÓGENES INTERNACIONAL (Madrid)
EBOOKPROFENO (Ciudad Real) www.ebookprofeno.blogspot.com
EDICIONES BABILONIA (Navarres, Valencia) www.edicionesbabilonia.com
EDICIONES DE LA DISCRETA (Madrid) www.ladiscreta.com
EDICIONES LILIPUTIENSES (Cáceres) www.elblogliliputiense.blogspot.com
EDICIONES LUPERCALIA (La Romana, Alicante) www.lupercalia.es
EDITORIAL ECLIPSADOS (Zaragoza) www.cazadoresdeeclipses.blogspot.es
EL COHETE (Oviedo, Asturias) www.elcohete.com
EL COSTURERO DE ARACNE (Granada) www.elcosturerodearacne.blogspot.com
ELEFANTE ROSA (Granada) www.elefanterosapoesia.blogspot.com
ENDORA EDICIONES (México D.F) www.endora.com.mx
EOLAS EDICIONES (León)
ESTAÇAO DAS LETRAS (Río de Janeiro, Brasil) www.estacaodasletras.com
FACTORIA DEL BARCO (Sevilla) www.factoriadelbarco.com
FUNDACIÓN PROPAGAS (Santo Domingo, República Dominicana) www.farah-apuntesurbanos.blogspot.com
GALERIA MATAMOROS (Sevilla)
GEOCULTURA DESARROLLO SOSTENIBLE (Sabaneta, Colombia)
GUSI CREACIONES (Sevilla) www.carmenherrar.es
IGUANA DE MAR (Tijuana, Baja California, México)
IMAT (Huelva) www.minombre.es/juanjoseespinosaguerra
KUKU BAZAR (Vitoria-Gastezi, Alava) www.itziarrekaldenarradora.blogspot.com
LA COMUNIDAD DEL MEGÁFONO (Bogotá, Colombia)
LA GALLETA DEL NORTE (Barakaldo, Bizkaia)
LA MÁS BELLA (Madrid) www.lamasbella.org
LA MUSA FEA (Guadalajara, Jalisco, México) www.dantemedina.com
LA UNICA PUERTA A LA IZQUIERDA (Sesteao, Vizacaya) www.launicapuertaalaizquierda.blogspot.com.es
LAINDEPENDIENTE (Londres, Reino Unido) www.laindependiente.es
LALATA (Albacete) www.lalataprensa.blogspot.com
LAS CIERVAS REVISTA ILUSTRADA (Sevilla) www.rubenbarroso.com
LAUREL (Escacena del Campo, Huelva)
LETRAS CASCABELERAS (Cáceres) www.letrascascabeleras.es
LOS JUGLARES CAZURROS (Valencia) www.hectorarnau.net
LUCES DE GALIBO (Barcelona/Málaga) www.lucesdegalibo.com
LUZ Y CIA (Granada) www.javier-seco.blog.com.es
MANDRAGORA (Cascais, Portugal) www.mandragora79.worpress.com
MERZ MAIL (Barcelona) www.merzmail.net
MESTER DE VANDALIA (Ceuta)
MINOTAURO ATELIER-GALERÍA (Saltillo, Coahuila, México) www.minotaurogaleria.com.mx
OMBLIGO (Ciudad Juárez, México / Cáceres, España)
PÍNTALO DE VERDE (Mérida, Badajoz)
POESÍA EN LA DISTANCIA (Huelva) www.huelvasurlibre.blogspot.com.es
PUENTEPALO (Agüimes, Gran Canaria) www.puentepalo.com
SIERRA CENTRO DE ARTE (Santa Ana la Real, Huelva) www.sierracentrodearte.com
SOCIEDADE DE INSTRUÇAO GUILHERME COSSOUL (Lisboa, Portugal) www.guilhermecossoul.pt
TEATRO MUNCIPAL DE CERQULHO (Cerquilho, Sao Paulo, Brasil) www.cristianegrando.blogspot.com
TRAVESÍAS EDITORIAL (Barranquilla, Colombia) www.travesiasedirorial.blogspot.com
VARASEK EDICIONES (Madrid) www.varasekediciones.es
VESTIR EN VERSO (San Lorenzo de El Escorial, Madrid) www.vestirenverso.com
VOCES DEL EXTREMO (Moguer, Huelva) www.vocesdelextremopoesia.blogspot.com
YOMARCO CONTENIDOS CREATIVOS (Medellín, Colombia)

VISUALIZARTE (Córdoba) www.visualizarte.weebly.com

últimas representações em lisboa

by domadordesonhos

últimas representações em Lisboa – dias 31 de Janeiro, 1 e 2 de Fevereiro Na Sociedade Guilherme Cossoul – (av. D. Carlos I – Nº 61 – Santos – Lisboa) – 21:30 horas

 

“PELA LEONOR VERDURA”

leonor5

com “pela leonor verdura”, pretende-se uma viagem ao interior de um movimento que neste país ganhou alguma forma nos anos 60. um movimento / projecto que deu corpo àquilo que é a poesia experimental / visual portuguesa.
em “pela leonor verdura”… (verso de ana hatherly in “anagramático”) procuramos uma linguagem, na sua raiz, teatral / performativa. e, nele se semeiam letras, na esperança da germinação da palavra

 

percorrem-se poemas de:

 

EMERENCIANO – ANA HATHERLY – MÁRIO CESARINY DE VASCONCELOS – LIBERTO CRUZ – JAIME SALAZAR SAMPAIO – ALBERTO PIMENTA – E. MELO E CASTRO – ANTÓNIO ARAGÃO – ABÍLIO JOSÉ SANTOS  – SALETTE TAVARES – JOSÉ OLIVEIRA – ALEXANDRE O’NEIL – FERNANDO AGUIAR – CESAR FIGUEIREDO – M. ALMEIDA E SOUSA – ANTÓNIO DANTAS – ARMANDO MACATRÃO – JOSÉ ALBERTO MARQUES – SILVESTRE PESTANA

 

uma acção de mandrágora em processo – encenada por m. almeida e sousa

com a íris santos e o bruno vilão a protagonizar esta viagem criativa

leonor7

Os números de 2012

by domadordesonhos

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um excerto:

600 people reached the top of Mt. Everest in 2012. This blog got about 3.500 views in 2012. If every person who reached the top of Mt. Everest viewed this blog, it would have taken 6 years to get that many views.

Clique aqui para ver o relatório completo

pela leonor verdura – o espectáculo é hoje

by domadordesonhos

PELA LEONOR VERDURA INICIA HOJE O SEU PERCURSO
estreia – HOJE – na guilherme cossoul (av. D. Carlos I – Nº 61 – Santos – Lisboa) – 21:30 horas

representações nos dias 29 e 30 de Novembro, 1, 7 e 8 de Dezembro, 31 de Janeiro, 1 e 2 de Fevereiro pelas 21h30.

com Bruno Vilão e Iris Santos
encenação: manuel almeida e sousa
vídeo: Bruno Corte Real
som: Ricardo Mestre

as imagens captadas no ensaio geral

 

pela leonor verdura – o espectáculo de MandrágorA

by domadordesonhos